II Oficina de Audiovisual

Xina Bena 2015Entre os dias 14 e 31 de Julho de 2015 foi realizada a II Oficina de Audiovisual “Histórias, desenhos e cantos do povo Huni Kuin”, sediada na aldeia São Joaquim/Centro de Memórias, na Terra Indígena Kaxinawá do Baixo Rio Jordão.

A equipe de oficineiros foi composta por Guilherme Meneses, Carlos Nascimento, Nadja Marin e Alvaro Russo. A coordenação local foi feita por Isaka (Osvaldo) e Siã (Tadeu). Participaram da capacitação mais de 30 (trinta) indígenas, além da presença não-oficial de outros homens, mulheres e crianças nas captações de vídeo e outras atividades.

A oficina foi centrada nas atividades de edição de vídeo, onde a professora Nadja ensinou os alunos, além de técnicas avançadas de filmagem e elaboração de roteiro, a trabalharem com o programa Adobe Premiere para edição e finalização dos vídeos, incluindo a criação de legendas e inserção de sons e imagens.

Nesta oficina, foram filmados e editados quadro vídeos: Dau Kuin (Medicina Verdadeira), Kene (Pintura), Yaix (Caçada do Tatu) e Yunu Kena (Legumes), que retratam aspectos da cultura Huni Kuin, além de Bixi Beri Beri Txashawai (Estrelha que brilha muito), que registrou a instalação das placas solares nas aldeias.

Na oficina também foram trabalhadas duas histórias tradicionais (Shenipabu Miyui) para a elaboração do videogame: Yube Shanu e Huã Karu Yuxibu. O pajé Dua Buse (Manoel Vandique) contou as histórias em ambas as línguas, hãtxa kuin e português, e coordenou seus parentes para desenhar as histórias.

O apoio para a realização da atividade foi fornecido pelo Edital 2013-2014 do Programa Rumos, do Instituto Itaú Cultural, e contou com a parceria da Casa Vivarte, da Assessoria Especial dos Povos Indígenas do Acre, e da Secretaria dos Povos Indígenas Municipal de Jordão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *