I Oficina de Audiovisual

Team

Entre os dias 25 de Janeiro a 04 de Fevereiro de 2014 foi realizada a I Oficina de Audiovisual “Desenhos, Cantos e Histórias do povo Huni Kuin” na aldeia São Joaquim/Centro de Memórias, na Terra Indígena Kaxinawá do Baixo Rio Jordão, Município do Jordão, Acre.

A oficina contou com o apoio da Secretaria dos Povos Indígenas do Município do Jordão (secretário João Sales Kaxinawá) e da Prefeitura Municipal do Jordão. Também foram concedidos termos de autorização de ingresso na terra indígena aos membros da equipe.

O pequeno apoio financeiro para a realização da atividade foi fornecido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão (PRCEU) da Universidade de São Paulo (USP), que foi utilizado para a compra de alimentação e combustível (para transporte dos participantes, buscar merenda e ligar o gerador). A Prefeitura Municipal do Jordão forneceu 100 litros de óleo diesel para auxiliar no retorno dos participantes para suas aldeias.

Os integrantes da equipe de oficineiros foram: Guilherme Pinho Meneses (coordenação), Alice Haibara de Oliveira (produção/arte), Nadja W. Marin (professora de audiovisual), Carlos Henrique Nascimento (informática) e Álvaro A. Russo Junior (técnico em elétrica).

O corpo de participantes indígenas foi formado por integrantes de três Terras Indígenas Kaxinawá (Alto Rio Jordão, Baixo Rio Jordão e Seringal  Independência), de seis aldeias (Novo Segredo, Novo Natal, Boavista, Morada Nova, São Joaquim/Centro de Memórias e Altamira), uma de cada grupo central.

A oficina contou com três cursos de capacitação: filmagem e edição de vídeo (80h); informática básica (8h) e manutenção de geradores e placas solares (4h) oferecidos pela equipe aos indígenas. Além disso, foram feitos desenhos e gravações de cantos e histórias para a composição dos vídeos e do videogame Huni Kuin: Yube Baitana (os caminhos da jiboia).

Em decisão coletiva, decidiram-se por trabalhar com as histórias de Shumani, Siriani e Kuidumeteneni. A história de Huãkaru Yuxibu ficou adiada para a próxima oficina. Às noites também foram exibidos filmes na aldeia com comentários da prof. Nadja Marin visando explorar técnicas de filmagem e edição.

Buscando congregar as diferentes atividades e produtos a serem gerados a partir da oficina (como vídeos, site, livro, game) foi criado um Grupo de Tecnologia Huni Kuin entre os participantes da oficina, que passou a se chamar Beya Xinã Bena (Cultura Novo Tempo). Tadeu Mateus Kaxinawá (Siã) foi eleito Presidente, e Osvaldo Mateus Kaxinawá (Isaka) foi eleito Vice-Presidente. O material da oficina será editado pela equipe técnica e pelos próprios indígenas. Este endereço eletrônico (hunikuin.wordpress.com) será utilizado como plataforma para organizar e divulgar estes conteúdos.

Por fim, foram firmados termos de compromisso entre a equipe do projeto e os participantes da oficina, documentadas por meio de autorizações assinadas por cada uma das partes. Foi acordado que o material não será divulgado para o público externo até o retorno da equipe técnica à Terra Indígena para a avaliação e distribuição dos DVDs nas comunidades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *